O que é Microfisioterapia?

Compartilhe!

Microfisioterapia ou Microkinésitherapie, é uma técnica de terapia manual, criada na década de 1980 pelos fisioterapeutas e osteopatas franceses Patrice Benine e Daniel Grosjean.

2 1A microfisioterapia foi objeto de mais de trinta tipos de avaliações, algumas em meio hospitalar e de acordo com protocolos rigorosos (duplo cego) mostraram o efeito benéfico da técnica em 74% dos pacientes que sofriam de colopatia crônica. Investigações em laboratórios foram efetuadas da mesma forma referentes aos ritmos vitais do organismo vivo. Na Europa foram realizados 42 trabalhos científicos, no Brasil as pesquisas estão sendo realizadas, pacientes estão sendo examinados através das respostas do sistema nervoso autônomo e da variabilidade cardíaca antes e depois da sessão para que os resultados sejam examinados. Na Europa são 5.000 profissionais, lá o governo ja reconhece a microfisioterapia e paga por esse tipo de sessão, vendo-se tamanho beneficio, na qualidade de vida, diminuição de medicamentos e bem-estar das pessoas. (visite o site internacional da técnica, onde os estudos estão disponíveis na íntegra)

Baseada no desenvolvimento do embrião, ou seja, dos tecidos que formam um novo ser, e no desenvolvimento do sistema nervoso deste, a Microfisioterapia tem o suporte da Epigenética, que já comprova que o ambienteestados emocionais alterados podem afetar a atividade celular e, consequentemente desencadear sintomas físicos, mentais e comportamentais, influenciando mais até mesmo que o próprio genoma, quando se trata em surgimento de doenças.

O corpo pode nos contar várias coisas, ele nos revela o que nós chamamos de inconsciente corporal. Isso acontece porque o cérebro, o hipocampo, tem uma capacidade de armazenar memória muito reduzida, e o corpo é usado como um HD externo que guarda boa parte das memórias. Na microfisioterapia procuramos as memórias do inconsciente, que já foram guardadas e normalmente foram estocadas no corpo. E porquê as memórias ruins gravam mais do que as memórias boas? Porque as memórias ruins e traumáticas para nós tem uma relação entre o cérebro emocional ou límbico, com o hipocampo, que é onde nós guardamos as memórias. e nós acessamos as memórias através do corpo, como dizem as pesquisas. Portanto com o toque, o corpo vai nos falar sobre aquilo que normalmente você possa ter esquecido ou nunca ter enfrentado. A resposta é rápida e o corpo vai ter suas estratégias para que essas memórias sejam evacuadas, e depois serem trabalhadas com a medicina e a psicologia.

MicrofisioterapiaAtravés de palpações sutis, o fisioterapeuta encontra no corpo “cicatrizes”¹ deixadas por sobrecargas físicas (ex. excesso de trabalho, trabalhos noturnos…), emocionais (ex. perdas na família, separações, abandonos, contrariedades…), toxicológicas (ex. drogas, medicamentos, quimioterapia…) e traumáticas (ex. lesões esportivas, acidentes de trânsito, quedas…). É possível identificar estas “cicatrizes” pois o profissional treinado procura em lugares específicos a sensação de falta de ritmo vital dos tecidos. Todos os seres vivos (células, plantas, animais, órgãos, tecidos, etc.) trabalham em um ritmo fisiológico próprio que proporciona um estado saudável. Quando são expostos a alguma sobrecarga que ultrapasse o limiar de defesa do organismo, perdem o ritmo vital, gerando os sintomas ou doenças. 

É possível estimular todo o sistema nervoso do organismo através da pele, e com isso, re-informar o corpo nos locais onde estão as “cicatrizes”, desbloqueando o ritmo vital e estimulando a auto-cura. Assim, uma vez corrigido os bloqueios, os sintomas gerados por eles também são corrigidos, sejam eles sintomas físicos (dores, alergias, alterações hormonais… etc.) ou emocionais (síndrome do pânico, fobias, baixa auto-estima, depressão… etc.).

LOGOMICRO

É possível até mesmo prevenir determinados problemas antes que a atividade celular se altere ao ponto de gerar sintomas ou doenças diagnosticáveis, se buscarmos o profissional na hora certa.

Não espere que os sintomas apareçam, ou mesmo passe anos tentando calá-los apenas com remédios. Entender o que gerou o problema, trazendo à luz da consciência quais eventos vivenciados nos fizeram adoecer já é grande parte do processo de cura. Nos possibilita escolher se queremos olhar diferente para os antigos problemas de sempre, e mudar a postura perante à eles. Uma postura diferente gera resultados diferentes.


¹ Cicatrizes: é como nos referimos aos locais específicos no corpo onde encontramos ausência de ritmo vital dos tecidos. Cada cicatriz relaciona-se com uma situação específica, e consegue-se por vezes identificar qual conflito vivenciado gerou a dada cicatriz.

Sobre a autora:

Dra. Simone Carvalho

 Fisioterapeuta Crefito 216935-F

  • Formação Internacional em Microfisioterapia (França)
  • Formação Internacional em Leitura Biológica (Nova Medicina Germânica)
Compartilhe!